19 anos da morte do Radialista Elói Teles de Morais

A radiofonia do Cariri reverencia hoje o saudoso radialista Elói Teles de Morais, nos 19 anos de seu falecimento, ocorrido em nove de outubro de 2000, tendo nascido em 19 de abril de 1936 em Crato.

Elói Teles estudou na Escola 18 de maio, grupo Escolar Municipal Centro de Estudos Supletivos, Escola Técnica de Comércio e formou-se pela Faculdade de Direito da Universidade Regional do Cariri.

Iniciou sua vida radiofônica na antiga empresa de propaganda Cariri – serviços de alto-falantes e atuou depois na Rádio Araripe, da qual foi gerente e transferiu-se para a Rádio Educadora do Cariri.

Dentre outras atividades, foi fundador da Academia de Cordel do Crato, do Conselho do Juizado de Menores, diretor do Departamento Municipal da Cultura (dirigindo os museus, biblioteca e banda de música popular) e Fundação Cultural de Figueiredo Filho. Foi membro do Instituto Cultural do Cariri, Grupo Teatral de Amadores Cratenses, presidente da Liga Cratense de Desportos Amadores e da Crônica Carnavalesca do Crato.

Como radialista, manteve os programas: Gente da Gente, Coisas do Meu Sertão, Acorda Nordeste, Tribuna do Povo, Meu Sertão, Festa da Casa Grande e Baú das Velhas Recordações, além, dos programas Jucas e Jeremias, Jornal Radiofônicos, programas de auditório e esportivo e shows folclóricos da Expocrato.

Às 17 horas de hoje (9), será celebrada missa em memória de Elói Teles, na Sé Catedral em nossa homenagem.

Huberto Cabral / Jornalista

Faixa atual

Título

Artista

Background