Açude Gomes é o primeiro do Cariri a sangrar em 2020 e o 17º no Ceará

O número de açudes sangrando subiu para 17 nesta sexta-feira, 6, segundo o monitoramento da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). O Açude Gomes, localizado no município de Mauriti, na Região do Cariri, transbordou com 100.26% de volume atingido.

Por outro lado, o açude Quixabinha que também colabora para o abastecimento de Mauriti, registra volume de apenas 11.12% de sua capacidade total de água.

Dos reservatórios monitorados pelo Companhia, outros 23 estão com a capacidade acima de 90%. No entanto, existem 89 açudes que estão com volume inferior a 30%, conforme observado no portal Hidrológico do Ceará. Ao todo, os 155 açudes monitorados têm atualmente 16,36% de volume.

Conforme a resenha diária da Cogerh, foram registrados aportes em 90 reservatórios, com destaque para os açudes Angicos, Aracoiaba, Araras, Arneiroz II, Ayres de Sousa, Banabuiú, Castanhão, Caxitoré, Cedro, Edson Queiroz, Figueiredo, Frios, Jaburu I, Orós, Pedras Brancas, Pentecoste e Taquara. O aporte permitiu que o açude Flor do Campo deixasse o volume morto.

Entre os principais reservatórios que abastecem o Estado, o açude Castanhão, na bacia do Médio Jaguaribe, está com 3.04% da capacidade total de armazenamento. Enquanto o açude Orós, no alto Jaguaribe, tem 4.75 % de volume; e o Banabuiú, na bacia de mesmo nome, registra 6.11 %. Há ainda 14 açudes secos e 21 com volume morto.

Fonte: O Povo

Faixa atual

Título

Artista

Background