Benigna Cardoso será a primeira Beata do Ceará

O Papa Francisco autorizou nesta quinta-feira (3), a promulgação dos Decretos para cinco novos Beatos. Entre eles a brasileira Benigna Cardoso da Silva, nascida em 15 de outubro de 1928 em Santana do Cariri e morreu em mártir em 24 de outubro de 1941, considerada heroína da castidade.

Em anuncio na Rádio Educadora do Cariri, Dom Gilberto Pastana expressou a alegria da beatificação da menina Benigna, que agora será a primeira Beata da Diocese de Crato e a primeira do estado do Ceará, de acordo com o Vaticano.

No próximo dia 21, às 17h na Catedral de Nossa Senhora da Penha, em Crato, haverá a celebração em ação de graças pela Serva de Deus. No dia 24 será realizada a 16º edição da grande Romaria de Benigna, iniciada em 2004 por iniciativa de leigos da comunidade com o apoio do pároco da época.

A data da beatificação ainda não foi divulgada. Dom Gilberto informou que devemos esperar que a Congregação para as Causas dos Santos realize o anuncio do decreto, mas que certamente não será este ano.

Após a cerimônia de beatificação, imagens da Beata Benigna Cardoso da Silva poderão ser veneradas nos altares das Igrejas.

Benigna Cardoso

Em 1941, ela foi assassinada aos 13 anos com um golpe de facão. Desde então tornou-se alvo de devoção por parte de religiosos que a consideram uma mártir da castidade. Em 2011, a Diocese do Crato deu início ao seu processo de beatificação. Em 2013, a causa foi aceita pela Congregação para a Causa dos Santos, e Benigna foi declarada Serva de Deus.

Gisele Eufrásio/Jornalista Rádio Educadora

Faixa atual

Título

Artista

Background