Campanha Abril Marrom, para conscientizar a população sobre a prevenção da cegueira – diagnóstico, tratamento precoce e reabilitação

No mês de abril comemora-se o “Abril Marrom”, campanha realizada para conscientizar a população sobre a prevenção da cegueira – diagnóstico, tratamento precoce e reabilitação.

Em entrevista, o oftalmologista Ewerton Borges relata que 35 milhões de brasileiros tem alguma deficiência visual segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), dentre eles, seis milhões tem alguma deficiência grave e em torno de 600 mil, são totalmente cegos.

Dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), mostram que 60% dessas doenças seriam tratadas ou prevenidas, por isso a importância desta campanha, uma forma de mostrar à população sobre os cuidados com a saúde dos olhos.

O oftalmologista destaca que as doenças mais comuns variam de acordo com a faixa etária “o teste do olhinho em recém-nascido é importante para diagnosticar as doenças como a catarata congênita, glaucoma congênito e a retinoblastoma, que é um câncer ocular”.

Já na faixa etária pré-escolar e escolar o médico relata que “as doenças mais comuns são os erros refrativos, mais conhecido como erros de grau. Na fase jovem além desses erros pode-se acrescentar o ceratocone, sendo uma degeneração da córnea, a parte anterior do olho”.

Com o ganhar da idade próximo aos 40 anos o Dr explica que é a faixa etária que sente a vista mais cansada, a dificuldade de ver de perto é caracterizada pela presbiopia. E para os que já tem 50 anos vem as doenças relacionadas a idade, como por exemplo a catarata, o glaucoma e a retinopatia diabética e a degeneração.

Por isso a importância de conscientizar a população sobre os cuidados com a saúde dos olhos, a campanha Abril Marrom é justamente para lembrar que é preciso, pelo menos a cada um ou dois anos, ter o acompanhamento de um oftalmologista.

Fonte: Gisele Eufrásio/Jornalista Rádio Educadora

Faixa atual

Título

Artista

Background