Candidatura da Chapada do Araripe para tornar-se Patrimônio da Humanidade é discutida em reunião na Proex

Na tarde desta terça-feira (17/09), a pró-reitora de extensão da Universidade Regional do Cariri (URCA), Sandra Nancy, reuniu-se com o coordenador do setor de cultura do Geopark Araripe, Patrício Melo e com o assessor de relações institucionais do Serviço Social do Comércio (SESC), Alemberg Quindins, para discutir sobre a candidatura da Chapada do Araripe como Patrimônio da Humanidade, na Proex.

Na ocasião, o assessor Alemberg Quindins convidou a URCA, através da pró-reitoria de extensão, para fazer parte do grupo de coordenação da candidatura, e destacou a importância do papel da Instituição dentro desse processo.

A candidatura da Chapada do Araripe para tornar-se Patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), acontece em virtude da riqueza natural, arqueológica, paleontológica e cultural da região. Esse processo é um projeto realizado por várias instituições, que terá a frente à Casa Grande, a Universidade de Coimbra, o Geopark Araripe e a URCA.

A pró-reitora Sandra Nancy falou que essa é uma iniciativa da Casa Grande juntamente com o SESC e a Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, e ressalta a relevância da participação da Proex em virtude de sua experiência como coordenadora no registro da festa do pau da bandeira de Barbalha como Patrimônio Imaterial Nacional.

Para a candidatura será necessário construir um dossiê para apresentar a UNESCO, este documento deve ser elaborado por uma instituição de nível superior. Assim, a URCA irá desempenhar essa função juntamente com o grupo coordenador, além de realizar seleção de bolsistas para ajudar no levantamento de dados.

O coordenador Patrício Melo afirmou que o Geopark Araripe irá atuar na realização do dossiê junto com o a equipe coordenadora. “O setor de cultura será o braço operacional do Geopark Araripe, a equipe do setor irá contribuir junto a comissão que estará realizando o estudo e a reunião dos documentos preliminares, sendo que a partir de janeiro pode haver uma ampliação desse grupo de trabalho”, disse.

A equipe será coordenada pelas diretrizes metodológicas da coordenadora do Centro de Arqueologia e Artes do Patrimônio da Universidade de Coimbra, professora Dra. Maria da Conceição Lopes, com a participação de instituições públicas, particulares de pesquisas acadêmicas e ONGs de cidades de três estados que compreende a bacia sedimentar do Araripe: Ceará, Piauí e Pernambuco.

A partir da reunião, foram encaminhadas as demandas para a construção do dossiê, com previsão de estruturação do documento até janeiro, e definidos parâmetros do edital para a seleção dos bolsistas, que serão orientados pela equipe composta pelos presentes na reunião.

Fonte: Universidade Regional do Cariri (URCA)

Faixa atual

Título

Artista

Background