Cariri tem primeira suspeita de caso de Sarampo

Em Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde do Ceará divulgado na última sexta-feira (20), o Cariri teve a primeira notificação de sarampo do ano na cidade de Araripe, a 103 km de Juazeiro do Norte. O caso se encontra em investigação. Até agora são confirmados quatro casos da doença no Estado, sendo três em Fortaleza e um em Jaguaribe.

Em 2019, foram notificados 130 casos da doença. Além dos quatro já confirmados pelo critério laboratorial, 95 foram descartados, um total de 73,1 % das notificações, e 31 estão investigação, sendo 23,8%, entre eles o caso caririense. Em 2018, foram 211 notificações no Ceará, porém nenhuma confirmação.

O sarampo é uma doença altamente contagiosa e pode se espalhar através do fluxo de pessoas entre os estados e países, atingindo inclusive locais que já eliminaram a doença.

A vacina de sarampo está incluída na tríplice viral, que deve ter a 1ª dose quando a criança fizer um ano de idade e a 2ª dose aos 15 meses. Apesar de o Ceará apresentar boa taxa de adesão na primeira dose, na segunda a taxa de abandono é alta.

Em decorrência do aumento de casos de sarampo em alguns estados, o Ministério da Saúde orienta que todas as crianças de seis meses a menores de um ano de idade recebam uma dose da vacina tríplice viral, que é distribuída gratuitamente na rede pública. Segundo a Secretaria da Saúde de Juazeiro do Norte, o abastecimento está normal e a vacina é de rotina disponibilizada o ano inteiro.

Até agora, 17 estados brasileiros estão com surtos ativos de sarampo, sendo eles São Paulo (3.807), Rio de Janeiro (19), Pernambuco (15), Santa Catarina (12), Paraná (9), Rio Grande do Sul (7), Distrito Federal (3), Goiás (4), Maranhão (4), Rio Grande do Norte (4), Espírito Santo (1), Bahia (1), Sergipe (1), Mato Grosso do Sul (2), Piauí (2), Minas Gerais (13) e Pará (2). Foram confirmados quatro óbitos no país, sendo três em São Paulo e um no Pernambuco.

Fonte: Secretaria de Saúde do Ceará

Faixa atual

Título

Artista

Background