Celebração da Colheita 2019 reflete sobre “Agricultura Familiar e Políticas Públicas”

Na manhã do domingo, dia 26 de maio, cerca de mil pessoas, de acordo com a organização, participaram da tradicional Celebração da Colheita que, este ano, aconteceu na Quadra Poliesportiva da Escola Padre Luis Filgueira, em Nova Olinda, refletindo o tema “Agricultura Familiar e Políticas Públicas”. A missa foi presidida pelo padre Cesar Retrão, pároco de Nova Olinda, sendo concelebrada pelos padres Paulo Evangelista, de Assaré, Paulo Lemos, de Santana do Cariri, e Vileci Vidal, de Araripe.

Antes do início da celebração, foi feita uma caminhada pelas ruas da cidade onde os trabalhadores e trabalhadoras protestaram contra a reforma da previdência e em defesa do garantia safra.

“Nos últimos anos o capital estrangeiro tem se apropriado de terras, de usinas e da mineração brasileira controlando cerca de 30 milhões de hectares de terra em todo o país. O campo precisa se fortalecer de políticas públicas para evitar que os mais fracos se tornem escravos dos mais fortes e que a agricultura familiar contribua para a segurança alimentar do país”, considerou o padre Vileci que, durante a homilia, ressaltou os conflitos do campo afirmando que “Deus está presente nos conflitos para evitar a morte e que a paz que Jesus dá não é o cessar conflitos, mas a serenidade e a coragem que veem de uma convicção profunda”.

Após a missa aconteceu à feira da agricultura familiar.

Para saber mais

O evento está em sua vigésima sétima edição e conta com a organização dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais de Nova Olinda, Altaneira, Santana do Cariri, Assaré, Tarrafas com apoio da Comissão Pastoral da Terra (CPT) da diocese de Crato.

Fonte: Patrícia Silva / Diocese de Crato

Faixa atual

Título

Artista

Background