Coordenadora de vigilância em saúde orienta a população a redobrar os cuidados com a Covid

Há pouco mais de um ano os profissionais da saúde trabalham de forma incansável na luta para combater a pandemia da Covid-19. Do outro lado a população, que na maioria das vezes tenta se proteger, afim de ajudar a diminuir a propagação do vírus.

A segunda onda da pandemia, já confirmada no nosso município, têm características diferentes e que na maioria dos casos, acometem pessoas mais jovens e sem comorbidades. A coordenadora de vigilância em saúde, Arlene Sampaio, reforça que esse público tenha os devidos cuidados, pois são o grupo que mais tem o hábito de se aglomerar, facilitando assim a circulação da covid.

O município do Crato está dentro dos que mais realizam testes. A coordenadora orienta aquelas pessoas que estejam com algum sintoma, a procurar a unidade de Pronto Atendimento (UPA), localizada na Avenida José Horácio Pequeno, bairro Zacarias Gonçalves, das 6h às 22h.

“Essa luta tem sido árdua e a unidade tem feito toda a diferença na condução dos casos. A gente acredita que, com esperança, essa pandemia irá passar. Reforço a necessidade do distanciamento, a utilização do álcool em gel e o uso adequado da máscara”, afirma Arlene.

Casos de dengue no município

A coordenadora ainda reforça que o trabalho dos agentes de endemias tem sido limitado devido o vírus, já que não podem adentrar nos imóveis para preservar a segurança dos moradores e também dos próprios agentes. Com isso, mais do que nunca é importante que a população colabore, o Crato só neste ano já registra mais de 40 casos confirmados de dengue, e o que mais preocupa é esse período chuvoso.

Gisele Eufrásio/Rádio Educadora

Faixa atual

Título

Artista

Background