De olho no Aedes aegypti, Crato desenvolve trabalho de combate ao mosquito, com os cuidados relacionados ao coronavírus

Foto: Divulgação/ASCOM Crato

A Coordenação de Vigilância em Saúde da Prefeitura Municipal do Crato vem realizando um trabalho educativo de prevenção e combate não só no contexto da pandemia do COVID-19, o Coronavírus, mas também em relação ao mosquito Aedes aegypti.

De acordo com a coordenadora especial de Vigilância em Saúde, Arlene Sampaio, os agentes de endemias do município estão seguindo as normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde durante a vigência da urgência do COVID-19. Normas essas que orientam a não adentrar os domicílios, as visitas devem ser nas imediações do local (frente, fundos e lados das residências).

“Os profissionais estão procurando estimular o autocuidado por parte do morador sobre as ações de combate a proliferação do mosquito, mantendo 2m de distância ou usando o interfone, bem como mantendo a distância de 2 metros de um agente para o outro. Um trabalho de sensibilização para que a população aproveite o tempo em casa, no isolamento social, para vistoriar seus imóveis, evitando o acúmulo de água e eliminando focos do Aedes aegypti”, destaca Arlene.

Os agentes de endemias também estão realizando visitas em pontos estratégicos, como cemitério, ferros velhos, oficinas, prédios públicos e terrenos baldios.

A melhor forma de prevenção é evitar o desenvolvimento do mosquito. É muito importante eliminar os possíveis criadouros, como vasos de plantas, latões de água, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, também estar alerta a recipientes pequenos como tampas de garrafas. Cada um é parte fundamental nessa batalha contra o Coronavírus e o mosquito transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya. A população precisa estar unida, mas cada um em sua casa respeitando as orientações acerca das medidas de prevenção.

Fonte: Prefeitura de Crato

Foto: Divulgação/ASCOM Crato

Faixa atual

Título

Artista

Background