Endemias do Crato usa drone para identificar possíveis focos do Aedes Aegypti e orienta moradores

Os Agentes de Endemias cratenses, neste período de pandemia, estão realizando suas atividades no município do Crato dando ênfase à Educação Sanitária e também na pesquisa domiciliar: frente, lados e fundo do quintal do terreno – obedecendo às diretrizes exigidas pelo Ministério da Saúde.

Com as restrições de adentrar nas residências, devido à pandemia, os agentes contaram com um grande aliado para identificar possíveis focos de proliferação do mosquito aedes aegypti: um drone. “O drone é muito eficaz para localização de focos, principalmente, nesse período que está restrita a visita intradomiciliar”, comenta Edmilson Nascimento, .

Dentre várias localidades, os profissionais finalizaram o primeiro ciclo do trabalho, visitando o Conjunto Habitacional São Bento. Além do trabalho preventivo, a equipe também realiza a profilaxia daqueles locais onde já têm casos confirmados de dengue, por exemplo, com o fumacê intercostal. Agora, o Núcleo de Endemias inicia o segundo ciclo, nas localidades urbanizadas e na zona rural, possibilitando uma maior cobertura.

Para auxiliar no eliminação dos focos do mosquito, os agentes alertam da população para:

– tampar tonéis, baldes e caixas d’água
– manter calhas sempre limpas
– deixar garrafas e recipientes com a boca para baixo
– limpar semanalmente ou preencher pratos de vasos de plantas com areia
– manter lixeiras bem tampadas e ralos limpos e com aplicação de tela
– cobrir materiais de construção e piscinas, deixando a coberta bem esticada para não acumular água.
– verificar os ralos e a bandeja externa de água na parte de trás da geladeira.

Fonte: Prefeitura do Crato

Faixa atual

Título

Artista

Background