Estudantes e professores fazem eventos em protesto a novo reitor da UFC

Estudantes, professores e servidores técnico-administrativos, além de sindicatos e movimentos sociais, mostram-se preocupados e organizam mobilizações por conta da nomeação do novo reitor da UFC pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Na manhã desta terça-feira, 20, na reitoria da universidade um clima de desconforto e apreensão podia ser sentido entre estudantes. As informações são do jornal O Povo.

Em resposta à nomeação, o Diretório Central dos Estudantes (DCE) convocou a comunidade universitária para um Conselho de Entidades de Base Extraordinário que ocorre nesta tarde de terça-feira, 20, nos Jardins da Reitoria. O Diretório argumenta que “a nomeação se deu à revelia da vontade da comunidade acadêmica”.

A comunidade universitária da UFC realiza ainda hoje um ato às 18 horas, no cruzamento entre as avenidas da Universidade e 13 de Maio. De acordo com a Associação dos Docentes da Universidade Federal do Ceará (Adufc), a intenção é defender “uma universidade pública, gratuita, de qualidade e democrática”.

Durante esta semana, a Adufc também planeja realizar aulas públicas nesta quarta-feira, 21, que devem ser realizadas pela manhã e pela tarde, por volta de 10h e 15h. Uma Assembleia Geral também está sendo articulada pela Associação.

O grupo Levante Popular da Juventude redigiu uma Nota repudiando a nomeação. Leia na íntegra.

Democracia silenciada na Universidade Federal do Ceará

Repudiamos o ocorrido da noite desta segunda-feira, no qual foi nomeado como Reitor interventor da UFC, o Professor Cândido Albuquerque, desrespeitando a democracia e a autonomia Universitária.

Por meio de uma consulta realizada à Comunidade Acadêmica da UFC, com grande maioria votos das 3 categorias (Docentes, Técnicos-Administrativos e Discentes), foi eleito o candito Prof. Custódio Almeida. Assim a Universidade escolheu seu projeto. Contudo, Cândido, o candidato com menos votos de todos, foi nomeado de forma desrespeitosa e antidemocrática pelo Presidente.

O projeto escolhido por Bolsonaro para a UFC, através de Cândido , representa o que há de mais atrasado, conservador e antidemocrático para a nossa universidade. Indo contra a tradição de conquistas na democracia, na ciência e na área social, marca da instituição.

Convocamos, toda a comunidade acadêmica, estudantes, professores, CAs, DAs, ADUFC, SINTUFCE, e demais entidades e movimentos da sociedade Civil para se unir conosco para reagirmos e repudiarmos esse ataque em nossa democracia e a nossa universidade.

Fonte: João Boaventura Neto/Agência Miséria

Faixa atual

Título

Artista

Background