Fotógrafo sofre traumatismo craniano ao cair durante rapel, em Quixadá

Um praticante de rapel ficou gravemente ferido após cair de uma rocha ao tentar escalá-la. O acidente aconteceu na manhã deste domingo (09), no Complexo Euripedes, em Quixadá. Ao cair, Francisco Ednardo, de 66 anos, teria batido a cabeça em uma pedra.

A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e, devido à gravidade das lesões, transferido ao Instituto Doutor José Frota, em Fortaleza.

De acordo com a unidade hospitalar, Ednardo, que trabalha como fotógrafo, deu entrada com Traumatismo Craniano Encefálico e pressão baixa. Ele será submetido a exames de tomografia. O estado de saúde de Francisco Ednardo é considerado grave.

De acordo com José Gildo, que também estava escalando na hora do acidente, Ednardo teria caído ao tentar realizar “um processo de conquistas de via”. Esse procedimento é realizado por praticantes experientes. Eles abrem novos caminhos para serem escalados posteriormente.

Ainda segundo Gildo, a vítima não estava distante do solo. “Ele caiu de uma altura aproximada de dois metros”.

Fonte: Diário do Nordeste

Faixa atual

Título

Artista

Background