Funcionários do Balneário do Caldas e Hotel das Fontes denunciam demissão coletiva

Na manhã desta quarta-feira (8), os funcionários do Balneário Caldas e Hotel das Fontes, em Barbalha, foram surpreendidos com a notícia de demissão coletiva de todos na empresa. Em live via facebook, o vereador municipal Vevé Siqueira (PT) esteve junto aos trabalhadores, que se mostraram descontentes com a forma com que a notícia foi dada. A empresa é um sociedade de economia mista, tendo sua maioria comandada pela Prefeitura Municipal.

Segundo o vereador, o Balneário conta com aproximadamente 40 funcionários. Alguns chegam a 30 anos de serviço na empresa.

“[Estamos] revoltados com a atitude da prefeitura”, diz um dos funcionários, que tem 12 anos de trabalho na empresa, afirmando que nem o gerente do Balneário ou do Hotel se fizeram presentes para comunicar as demissões, tendo sido dada a notícia apenas por meio de um advogado. “O prefeito nem sequer veio dar uma alternativa para a gente”, afirma. “Tem funcionários aqui com três anos que não recebem férias, eu tenho dois anos sem férias”, diz o homem.

O vídeo feito ao vivo mostra que um dos funcionários demitidos está impossibilitado de trabalhar, com moletas e laudo médico.

Outra reclamação dos trabalhadores é a falta do repasse da taxa de serviço, equivalente a 10% deixada pelos clientes. O funcionário afirma que todas as administrações anteriores haviam pago a taxa aos trabalhadores da empresa.

Ainda na live, o Vereador Vevé Siqueira solicita que “o prefeito busque junto com sua assessoria jurídica e de finanças uma maneira que evite que esses pais e mães de família sejam demitidos”, disse, completando “aqui é um patrimônio do povo da Barbalha, e não é justo que essas pessoas que deixaram aqui seu suor sejam demitidos dessa forma”.

A redação do Portal Badalo tentou contato com o Prefeito de Barbalha, Argemiro Sampaio (PSDB), via telefônica, mas sem sucesso, aguardando retorno de sua assessoria.

Fonte: Portal Badalo

Faixa atual

Título

Artista

Background