Livraria Cultura SP lança hoje, às 19h, livro infantil de professor caririense sobre “quarentena”

Educador da rede pública de Brejo Santo, Adriano Evangelista, se inspirou no momento de pandemia para escrever “As Aventuras de Quarentino”

Não poderia ser diferente: o momento é de boas expectativas e muita ansiedade. O roteador da rede pública de Brejo Santo, Adriano Evangelista, dedicou parte da quarentena à produção do livro infantil “As Aventuras de Quarentino”, mas que qualquer pessoa pode e deve ler, sobre a luta da humanidade contra o novo coronavírus.

O lançamento será on line, no perfil do Instagram da Livraria Cultura São Paulo, hoje, às 19h.

Com total inspiração no momento pelo qual passamos de pandemia, o educador teve a ideia de transformar a realidade em uma história em quadrinhos com diversos personagens que se tornaram um tanto quanto familiares nos últimos meses.

O livro “As Aventuras de Quarentino” possui ilustração de Álisson Flor e foi desenvolvido por meio do projeto “Quarentena Literária” que engloba diversas outras ações de combate à Covid-19, desde a distribuição de máscaras até figurinhas socializadas pelo WhatsApp.

O projeto é desenvolvido na rede pública municipal de ensino da cidade de Brejo Santo-CE, onde ele atua como professor formador.

Quem são os personagens?

Em 28 páginas, a literatura infantil será publicada pela Editora CeNE, onde o enredo destaca que Quarentino e sua turma levavam suas vidas de maneira tranquila, mas de repente surgiu no mundo um inimigo perigoso, capaz de atacar várias pessoas ao mesmo tempo, e com uma velocidade surreal.

Adriano diz que criou primeiramente o personagem Quarentino, que, segundo ele, é a junção das palavras Quarentena e Nordestino. “Depois criei o personagem Gelvid, em que juntei as palavras álcool em gel com Covid e depois criei uma personagem mulher chamada SOAP que em Português significa sabão, material utilizado para higienização das mãos”, informou.

O professor destaca que criou todo o enredo com roteiro, personagens e elaboração da história no final de abril de 2020, onde levou por volta de 45 minutos. Evangelista diz que apesar das dificuldades que enfrenta na condução do projeto, a quarentena lhe trouxe muitas aprendizagens. “Percebi que o mundo precisava urgentemente de solidariedade, em um momento tão difícil, devido a Pandemia causada pelo novo Coronavírus”, disse.

Sobre o autor:

Francisco Adriano Evangelista Ferreira é Graduado em Letras, pela Universidade Vale do Acaraú (UVA), com segunda licenciatura em Arte-Educação pela Faculdade da Grande Fortaleza, Especialista em Literatura Brasileira e Africana de Língua Portuguesa pela Universidade Regional do Cariri (URCA) e Especialista também em Educação, pobreza e Desigualdade social pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

Fonte: Assessoria Commonike

Faixa atual

Título

Artista

Background