Município decreta luto oficial pela morte de Daniel Wálker que será sepultado amanhã

O município de Juazeiro do Norte decretou luto oficial de três dias pela morte do escritor, radialista, jornalista, professor e historiador Daniel Wálker Almeida Marques que faleceu esta manhã. Em nota de pesar, o prefeito Arnon Bezerra fez referências ao legado deixado pelo mesmo para as áreas de educação, cultura, comunicação e história de Juazeiro e da região do Cariri. Outras notas oficiais foram divulgadas pela Diocese de Crato e Universidade Regional do Cariri (URCA).

Daniel Walker morreu às 11 horas desta quinta-feira num dos leitos de UTI do Hospital Santo Antonio de Barbalha para onde foi socorrido ontem após passar mal e com suspeitas de uma parada cardiorrespiratória. O velório do mesmo já está acontecendo na Sala Ternura do Centro de Velório Anjo da Guarda em Juazeiro com sepultamento marcada para às 09h30min desta quinta-feira no Cemitério Parque Anjo da Guarda após celebração da missa de corpo presente.

Ele nasceu em Juazeiro do Norte no dia 6 de setembro de 1947 e estava prestes a completar 72 anos de idade. Era casado com a professora Tereza Neuma de Macedo e deixa ainda os filhos Michel e Daniel Júnior. Há alguns meses Daniel Walker foi diagnosticado com um câncer no joelho e, recentemente, terminou submetido a uma bem sucedida cirurgia no Hospital da Unimed em Fortaleza. Vinha se recuperando na base da imunoterapia, mas as medicações lhe causavam efeitos colaterais e teve que voltar a ser internado.

Era professor aposentado da URCA e trabalhou em emissoras de rádio em Juazeiro, na condição de correspondente de jornais e revistas e foi fundador da Rádio Transcariris que, hoje, é a Tempo FM. Ultimamente, alimentava com informações o seu site “Portal de Juazeiro”. Para o seu amigo, advogado e, também, radialista José Carlos Pimentel a região perdeu um excelente comunicador, homem exponencial da nossa literatura e pessoa do bem.

Hoje, ao fazer uma saudação póstuma a Daniel Wálker, através da Rádio Progresso FM, Pimentel não se conteve e foi às lágrimas. Já outro amigo dele, o comentarista esportivo Wilton Bezerra, dirigiu mensagem por meio da Vale FM falando sobre o caráter de Daniel Walker e o amor que nutria por sua terra natal. Wilton esteve com Daniel no Hospital da Unimed no período pós cirúrgico e lembrou a conversa de mais de uma hora sobre as reminiscências de Juazeiro.

Nesse aspecto, o professor e ex-secretário de Turismo e Romarias de Juazeiro, José Carlos dos Santos, o definiu como um dos maiores defensores de Juazeiro e da história do Padre Cícero. O mesmo lembrou que vinha tratando com Daniel sobre detalhes relacionados com o próximo simpósio sobre o tema. A também professora e secretaria municipal de educação licenciada, Maria Loureto de Lima, lembrou ter sido Daniel quem a estimulou a escrever sobre a história do Caldeirão do Beato José Lourenço.

Outro grande amigo particular dele era o professor e escritor Antonio Renato Casimiro. Em mensagem publicada pela imprensa e redes sociais, ele recordou ter conhecido Daniel no início da década de 60 no Ginásio Salesiano e se tornaram grandes amigos se irmanando na defesa e dedicação das muitas causas em prol de Juazeiro. De acordo com Renato Casimiro, foram 58 anos de sincera e fraterna amizade e fez questão de, em nome da família, agradecer as muitas correntes de orações por sua saúde.

Fonte: Demontier Tenório/Agência Miséria

Faixa atual

Título

Artista

Background