Primeira “Semana Brasil” começa hoje no La Plaza Shopping

Com o objetivo de alavancar as vendas após vários meses de um mercado estagnado e em recessão, o Governo Federal, através da Secretaria Especial de Comunicação Social do Ministério das Comunicações, lança pela segunda vez a Semana Brasil, campanha de descontos semelhante a Black Friday e coordenada pelo Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV).

A segunda edição do evento no país, e primeira edição no La Plaza Shopping, tem como objetivo aquecer o comércio que está se erguendo após flexibilização das medidas sanitárias impostas pela pandemia. A campanha acontece na semana em que se comemora a independência do Brasil. A Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (ALSHOP) apoia a iniciativa e vê esperança de um início de recuperação do varejo.

Diversos lojistas do La Plaza Shopping, em Juazeiro do Norte, vão aderir à campanha com descontos de até 70% no período de 7 a 15 de setembro. Beatriz Libório, Gerente do La Plaza Shopping, explica que a expectativa é grande. “Estamos muito confiantes pois espera-se que a demanda que estava reprimida agora tenha uma ampla procura e seja um sucesso com a baixa dos preços”, disse.

A lojista, Roberta Sampaio, dona da Mrs Paper, diz que “está esperando os consumidores com vários produtos com descontos especiais para juntos fazermos a maior Semana Brasil de todos os tempos”. A empresária lembra ainda que todas as medidas de segurança são seguidas para garantir segurança dos colaboradores e dos clientes.

Se você se interessou pela novidade e pensa em aproveitar as datas para comprar aqueles itens tão desejados com um valor bem em conta, se liga nos horários de funcionamento:

De HOJE até o próximo sábado, o funcionamento segue normal no La Plaza Shopping: 12h às 20h;
Já no domingo, segue das 14h às 20h, pois as lojas estão com selo “loja+segura”.

Já Praça de Alimentação, se mantém das 10h às 17h para atendimento presencial e restaurantes estão ainda com drive-thru e delivery.

Em 2019, a Semana Brasil movimentou o comércio de rua, além das vendas on-line e shoppings com boas promoções e excelentes condições de pagamento, assim levando o comércio nacional a crescer, segundo dados da Cielo, 11,3%, em comparação com o mesmo período de 2018. Agora essa é uma data estratégica para que os varejistas possam voltar a faturar e consequentemente gerar mais empregos, melhorando assim a economia do país.

Fonte: Assessoria Commonike

Faixa atual

Título

Artista

Background