Programa Mais Infância Ceará ganha prêmio nacional

O programa Mais Infância Ceará ganhou o título de melhor prática pública do País voltada para o desenvolvimento infantil. O reconhecimento acontece por meio de premiação da Rede Alumni, que organiza o Programa de Liderança Executiva em Desenvolvimento da Primeira Infância (ELP), oferecido pelo NCPI (Núcleo Ciência Pela Infância).

A honraria foi concedida durante o VIII Simpósio Internacional de Desenvolvimento da Primeira Infância, realizado em São Paulo, entre os últimos dias 3 e 4 de outubro. Promovido pelo NCPI, o evento reuniu especialistas nacionais e internacionais para uma agenda de palestras e debates mediados. Na ocasião, o projeto foi apresentado pela coordenadora Dagmar Soares. O Mais Infância Ceará atende crianças do nascimento até os seis anos de idade.

Por meio das redes sociais, o governador Camilo Santana parabenizou os profissionais envolvidos e ressaltou a atuação da primeira-dama Onélia Santana, idealizadora do trabalho. “Reforça o compromisso do Governo do Estado com o crescimento e desenvolvimento saudável das nossas crianças. É um orgulho muito grande saber que estamos no caminho certo”, apontou o gestor do poder executivo.

Diante dos trabalhos apresentados durante o simpósio, a comissão julgadora observou qual projeto apresenta conteúdo mais relevante para a implementação de programas políticos de primeira infância e o que mais contribuiu para o desenvolvimento de famílias e crianças em situação de vulnerabilidade. Levou o maior número de votos e recebeu uma bolsa para o Programa de Liderança Executiva de 2020, em Havard.

Em nota, Onélia Santana destacou a relevância da troca de dados e informações com estudiosos da área. “Expandir os conhecimentos e buscar inovações é fundamental na realização de novas ações, por isso o Mais Infância Ceará está presente em eventos estaduais, nacionais e internacionais. Precisamos, claro, apresentar os resultados, mas também trocar experiências com especialistas na área infantil”, argumentou.

Aprovado por lei

O Mais Infância Ceará surgiu da necessidade de ações públicas dedicadas à infância. Criado em 2015, o projeto mapeou das ações voltadas para este segmento nas diferentes secretarias estaduais. Sancionado como lei estadual em fevereiro de 2019, abrange os 184 municípios cearenses e é estruturado nos pilares Tempo de Nascer, Tempo de Crescer, Tempo de Brincar e Tempo de Aprender.

O Tempo de Crescer atua no fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, por meio de serviços e formações de profissionais. Já o “Tempo de Brincar” foca nos benefícios de práticas voltadas ao desenvolvimento físico, cognitivo e emocional.

No Tempo de Aprender, a meta é universalizar a oferta de pré-escola e ampliar o número de creches a partir da construção e qualificação dos Centros de Educação Infantil (CEIs). Por fim, o Tempo de Nascer contempla a reestruturação do cuidado materno-infantil a partir da atenção à gravidez de alto risco, visando a redução da mortalidade materna e perinatal. As ações desenvolvidas vão desde o combate à extrema pobreza até a promoção de políticas de saúde, educação, assistência social, lazer e cultura.

Fonte: Diário do Nordeste

Faixa atual

Título

Artista

Background