PT costura candidaturas no Cariri e define nomes para 2020; saiba quem é quem

O partido dos Trabalhares corre para costurar os municípios do Cariri e já começa a fechar os candidatos para 2020. O PT se reuniu na semana passada em Mauriti, encontro que serviu para estabelecer as candidaturas, conversas com lideranças e definir uma meta: querem ao menos 30 prefeituras do Ceará. Hoje com 15, o partido amarga um dos piores resultados da história no estado.

A convenção foi capitaneada pelo deputado estadual Fernando Santana e pelo federal José Nobre Guimarães. Abaixo do governador Camilo Santana, os dois comandam o PT no estado e devem indiciar as articulações.

Em Milagres o PT conversa com o MDB de Hellosman e ensaia o rompimento com o PDT de Lielson Landim. Inelegível, o ex-prefeito deverá indicar o vice da chapa para concorrer ao lado do PT. Hellosman também deverá indicar um vereador do MDB, uma liderança da Serra Braba estaria no radar para ser lançado.

Já em Abaiara, mesmo com a resistência interna em setores do partido, o PT deve apoiar a reeleição de Afonso Sampaio. Alguns membros avaliam que o ideal seria lançar a neta de Afonso, a Secretária de Saúde Elenita Sampaio, que mantém uma boa relação com a população. Afonso, no entanto, não abre mão e deverá ser candidato.

Porteiras poderá ter uma oposição forte após anos. Com apoio do Dr. Gilmar, Mundinho desponta nas pesquisas internas e deverá se filiar ao PT em breve. Lideranças do partido afirmam que é uma chance de Porteiras se desvincular do PDT de Guilherme Landim, que ainda tem forte influência no município.

A reunião do diretório definiu que em Jati o recém-filiado Dr. Jarbas usará a influência para tentar se eleger. Com o grupo do PDT rachado, o PT tentará vaga na brecha. Jarbas é aliado de Guimarães e deve ser retribuído com apoio total do deputado federal. Enquanto isso, prefeita afastada e em exercício disputam o apoio de Guilherme Landim.

O PT enfrenta dificuldades em Várzea Alegre e se afasta do MDB do prefeito Zé Helder. Deve apoiar o professor da URCA Laécio Morais, que ensaia a ida para o PSB. A candidatura de Laécio conta com apoio de um ex-aliado de Zé Helder com influência na cidade.

Em Crato a costura demanda mais cuidado. O Partido dos Trabalhadores não visa a cabeça de chapa e pretende indicar o vice para reeleição de Zé Aílton, atualmente no PP. O PDT briga pela prefeitura. Uma saída seria a ida de Zé para O PDT. Nada fechado ainda, a decisão do deputado federal André Figueiredo será levada em conta. O pedetista tem força na cidade, mas não deve tensionar com Camilo.

O ex-presidente da Câmara de Barbalha aguarda. Vevé Siqueira quer ser candidato mas para isso teria que trocar o PP pelo PT. Fernando Santana avalia. Atual presidente do legislativo, o petista Odair José também aguarda posição.

A aproximação do PT com o MDB em Missão Velha já não é segredo. O petista Tardiny estará junto com o atual prefeito Diego Feitosa. Nos bastidores, estuda-se lançar um familiar de Tardiny na chapa com Diego. A nomeação de um novo Secretário de Cultura deve selar em breve a união.

Fonte: Felipe Azevedo/Agência Miséria

Faixa atual

Título

Artista

Background