V Semana de Jornalismo do Cariri divulga programação. Inscrições vão até este domingo (26)

A V Semana de Jornalismo do Cariri está com inscrições abertas até este domingo (26). O evento online e gratuito, realizado pelo curso de Jornalismo da Universidade Federal do Cariri (UFCA), divulgou nesta sexta-feira (24) a programação de mesas, palestras e oficinas, todas abertas ao público. Na noite de abertura, a partir das 18h30 da próxima segunda-feira (27), os jornalistas Guilherme Belarmino e Maycom Mota, da Rede Globo de Televisão, vão falar sobre os bastidores de produção do Profissão Repórter durante a pandemia.

Ganhador do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, Guilherme Belarmino vem atuando como repórter investigativo do Profissão Repórter desde 2014. O jornalista, que tem passagens pelo Fantástico, pela Globonews e por outros jornais do grupo Globo, tem se dedicado a denunciar crimes contra a população negra e periférica, como chacinas, ataques racistas e prisões injustas. Na abertura da Semana de Jornalismo do Cariri, ele fará palestra ao lado do jornalista, produtor audiovisual, fotógrafo e repórter cinematográfico do programa, Maycom Mota.

A noite de abertura da V Semana de Jornalismo do Cariri também irá contar com a presença da jornalista Raíssa Galvão, co-fundadora e editora do Mídia Ninja, e da presidente da Rede Nacional de Combate à Desinformação (RNCD), Ana Regina Rêgo, professora da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e autora do livro “A Construção Intencional da Ignorância: o mercado das informações falsas”. Elas irão participar de uma mesa sobre o avanço das Fake News, da censura e da intimidação dos profissionais da imprensa. A RNDC interliga projetos e instituições de diversas áreas que atuam no combate ao mercado de desinformação que cresce no Brasil.

Com o tema “Jornalismo em Confronto: atuação profissional na pandemia de Covid-19 no Brasil”, a V Semana de Jornalismo do Cariri vai reunir, entre os dias 27 de setembro e 1º de outubro, jornalistas profissionais, estudantes e pesquisadores de todas as regiões do país para discutir os impactos da pandemia de Covid-19 para o jornalismo brasileiro, com transmissão ao vivo pelo Youtube. O evento tem confirmada a participação de nomes como a presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Maria José Braga, que fará a palestra de encerramento no dia 1º de outubro, Nayara Felizardo (The Intercept), Ivana Negrão (ESPN), Lola Ferreira (UOL), Joana Suarez (AzMina), profissionais da região do Cariri como Robson Roque (Jornal do Cariri) e Valéria Alves, o presidente do Sindicato dos Jornalistas do Ceará (Sindjorce), Rafael Mesquita e a professora do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Ceará (UFC), Naiana Rodrigues, que realiza estudos sobre a prática profissional do jornalismo.

Confira programação completa

Com o tema “Jornalismo em confronto: atuação profissional na pandemia de Covid-19 no Brasil”, a V Semana de Jornalismo do Cariri contará com cinco oficinas, mesas redondas e palestras. Gratuito e aberto ao público, o evento organizado pelo curso de Jornalismo da Universidade Federal do Cariri (UFCA), acontecerá de modo online entre os dias 27 de setembro e 1° de outubro, com transmissão ao vivo pelo Youtube. Confira a programação completa abaixo:

Segunda-feira, 27 de setembro

Tema: Jornalismo em confronto: Fake News, censura e desinformação

18h30 – Palestra “Os desafios da reportagem: a experiência do Profissão Repórter”.

Palestrantes: Guilherme Belarmino (Rede Globo de Televisão)

Repórter investigativo do Profissão Repórter desde 2014. Ganhador do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, tem se dedicado a denunciar crimes contra a população negra e periférica, como chacinas, ataques racistas e prisões injustas. Cobriu, in loco, as negociações de paz entre as FARC e o governo na Colômbia, a repressão ao tráfico de drogas na fronteira e a expansão das milícias no Rio, além de registrar movimentos progressistas, como o de policiais a favor da descriminalização das drogas e o de feministas, lutando pela legalização do aborto. Jornalista pela Faculdade Cásper Líbero, é pós-graduado em produção audiovisual multiplataforma e mestrando em narrativa audiovisual, ambos pela Universidade Federal de São Carlos. Atuou também como consultor de reportagens investigativas para o Fundo Brasil de Direitos Humanos. Há 12 anos na Globo, tem passagens pelo Fantástico, pela Globonews e por outros jornais do grupo.

Maycom Mota (Rede Globo de Televisão)

Jornalista, produtor audiovisual, fotógrafo e repórter cinematográfico, integra a equipe do programa Profissão Repórter, da Rede Globo de Televisão.

19h30 – Mesa Fake News, censura e desinformação:

Mediador: Prof. Me. Edwin Carvalho (UFCA)

Raíssa Galvão (Co-fundadora e editora do Mídia Ninja)

Co-fundadora e editora do Mídia NINJA. Ativista da rede Fora do Eixo, produz e coordena coberturas colaborativas em âmbito internacional e articula campanhas de mobilização e engajamento online. Foi coordenadora de comunicação da Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural, no Ministério da Cultura de 2015 a 2016. Esteve à frente das redes sociais da campanha presidencial de Boulos e Sônia, e há 10 anos atua no campo da cultura e da comunicação promovendo a diversidade cultural e a democratização dos meios de comunicação.

Profa. Dra. Ana Regina Rêgo (Presidenta da Rede Nacional de Combate à Desinformação)

Professora da Universidade Federal do Piauí (UFPI), pós-doutora em Comunicação e Cultura pela UFRJ. Presidenta da Rede Nacional de Combate à Desinformação (RNCD Brasil). Com estudos sobre História, Historicidades, Memória e Narrativas da Comunicação e Jornalismo e, por último, tem se dedicado ao fenômeno da desinformação em perspectiva histórica e atual. Publicou recentemente, junto com a professora Marialva Barbosa, o livro “A Construção Intencional da Ignorância: o mercado das informações falsas”.

20h – Perguntas do público

Terça-feira, 28 de setembro

Tema: Jornalismo brasileiro: o que mudou com a pandemia

18h30 – Mesa – Impactos da pandemia no jornalismo brasileiro

Mediador: Prof. Dr. Ivan Satuf (UFCA)

Debatedoras:

Lola Ferreira (UOL)

Repórter no UOL Notícias, é autora do Manual Universa UOL para Jornalistas, com boas práticas na cobertura da violência contra a mulher. Também atuou na Gênero e Número, no HuffPost Brasil e no portal R7.

Ivana Negrão (ESPN)

Jornalista formada pela UFRN, com especialização em Jornalismo Econômico, experiência em TV e rádio como repórter e apresentadora. Atualmente atua como editora e comentarista na ESPN Brasil, em São Paulo.

Joana Suarez (AzMina)

Formada há 12 anos, atuou oito anos em mídia tradicional e está há quatro anos como jornalista freelancer e independente, com mais de 40 reportagens publicadas em veículos como Agência Pública, Folha de São Paulo, revista Piauí, Época, Repórter Brasil, Projeto Colabora, The Independent, entre outros. Produz podcasts, newsletters e coordena a Redação Virtual – grupo com mais de 250 jornalistas do Brasil, que buscam atuar como Freelas.

Profa. Ma. Naiana Rodrigues (UFC)

Professora do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Ceará, doutoranda em Ciências da Comunicação na Escola de Comunicação e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP) e pesquisadora do Centro de Pesquisa em Comunicação e Trabalho (CPCT-ECA-USP) e do grupo Práxis no Jornalismo (Praxisjor – UFC).

20h – Perguntas do público

Quarta-feira, 29 de setembro

Tema: Covid-19 no Ceará: impactos no Jornalismo

19h – Mesa: o jornalismo cearense na pandemia

Mediador: Prof. Me. Anderson Sandes (UFCA)

Debatedores:

Valéria Alves (Analista de Comunicação do Hospital Regional do Cariri)

Jornalista formada pela UFC-Campus Cariri (hoje UFCA), com MBA em comunicação, administração e marketing, e mestranda do Programa de pós-graduação em Biblioteconomia pela UFCA. Já atuou como assessora de imprensa da Câmara de Dirigentes Lojistas de Juazeiro do Norte e na Prefeitura de Juazeiro do Norte, como repórter das TVs Verde Vale e Verdes Mares Cariri, e apresentadora na rádio FM Padre Cícero. Atualmente é Analista de Comunicação no Hospital Regional do Cariri

Robson Roque (Jornal do Cariri)

Jornalista, formado pela UFCA, é também Mestre em Jornalismo pela UFPB. Atualmente é doutorando do Programa de Comunicação da Universidade Federal do Ceará. Atua, ainda, como repórter do Jornal do Cariri, principal periódico impresso da região.

Rafael Mesquita (Presidente do Sindicato dos Jornalistas do Ceará – Sindjorce)

Presidente do Sindicato dos Jornalistas do Ceará (Sindjorce) e diretor da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj. .Graduado em Jornalismo e Mestre em Comunicação. Assessor de Imprensa da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce).

20h30 – Perguntas do público

Quinta-feira, 30 de setembro

Tema: Midiativismo em tempos de pandemia

18h30 – Mesa: A atuação da mídia alternativa e independente na pandemia de Covid-19

Mediador: Prof. Dr. Tiago Coutinho (UFCA)

Debatedoras:

Nayara Felizardo (Repórter do The Intercept)

Jornalista, formada há 11 anos em Comunicação Social pela Uespi. Tem experiência com jornal impresso e revista. Coordenou por quase seis anos um portal de notícias no Piauí. Atualmente, é repórter do The Intercept Brasil, com foco em cobertura de pautas investigativas nas regiões Norte e Nordeste. Ganhou quatro prêmios de jornalismo, sendo o Prêmio Anamatra de Direitos Humanos o mais recente.

Claudiane Lopes (Jornal a Verdade)

Jornalista e Fotógrafa. Atualmente é Assessora de Comunicação do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Quixadá, Ibaretama, Banabuiú, Choró e Ibicuitinga (SINDSEP). Também atua na diretoria do Sindicato dos Jornalistas dos Estado do Ceará (Sindjorce) e é Coordenadora Nacional do Movimento de Luta nos bairros, vilas e favelas – MLB.

Nayá Tawane (Brasil de Fato)

Repórter do Brasil de Fato, correspondente da televisão venezuelana, Telesur e apresentadora na TV Comunitária de Brasília). Militante ecossocialista e comunicadora popular.

20h – Perguntas do público

Sexta-feira, 1º de outubro

Tema: A pandemia e a saúde mental dos jornalistas

18h30 – Palestra sobre os impactos da pandemia para os jornalistas, com Maria José Braga – Presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj).

Graduada em Jornalismo e em Filosofia pela Universidade Federal de Goiás, com mestrado em Filosofia, pela mesma universidade. É jornalista concursada do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás.

19h30 – Mesa: A pandemia e seus efeitos sobre a saúde mental dos profissionais

Mediador: Prof. Me. Ricardo Salmito

Debatedoras:

Gabriela Meneses (Jornalista da Diretoria de Comunicação/UFCA)

Jornalista da Diretoria de Comunicação, da Universidade Federal do Cariri (UFCA), em Juazeiro do Norte-CE. É mestra em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade de Brasília (UnB), na linha de Jornalismo e Sociedade, e graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Pesquisadora do Laboratório de Estudos Interdisciplinares das Profissões da Comunicação (Labinter), da Universidade de Brasília (UnB), desenvolve estudos relacionados à identidade profissional dos jornalistas. Atuou em redação de jornal impresso, assessoria de comunicação, TV universitária e gestão do setor de comunicação. É mãe do Benjamin, que nasceu durante a pandemia da Covid-19.

20h – Yane Ferreira Machado (Psicóloga/UFCA)

Mestre em Educação Profissional e Tecnológica, atua como psicóloga na Pró-reitoria de Assuntos Estudantis da Universidade Federal do Cariri (UFCA).

20h30 – Perguntas do público

V Semana de Jornalismo do Cariri – Programação de Oficinas

Segunda-feira, 27 de setembro

14h às 16h – Comunicação e Resistência: Um Olhar Sobre a Prática Jornalística Indígena

Instrutores: Anàpuáka Tupinambá, radialista do Sul da Bahia e fundador da primeira rádio online indígena do Brasil, a Rádio Yandê. e Raquel Paris, natural do Crato, jornalista (UEPB) é mestre em literatura e interculturalidade (UEPB) e atualmente doutoranda em comunicação (UFC).

Descrição: A Oficina aborda a importância da produção do jornalismo feito por indígenas sobre indígenas, além do debate sobre como essas pessoas são pautadas pela mídia hegemônica e a situação dos povos originários do Brasil no contexto pandêmico.

Terça-feira, 28 de setembro

14h às 16h – Diagramação com Scribus

Instrutor: Paulo Anaximandro

Designer gráfico, ilustrador, programador e professor, Paulo Anaximandro é bacharel em Sistemas de Informação (IFCE), Tecnólogo em Artes Cênicas (IFCE), especialista em Ensino da Música (FVJ) e técnico do Laboratório de Práticas em Jornalismo da Universidade Federal do Cariri.

Descrição: Nesta oficina, Paulo apresentará noções sobre como diagramar com o Scribus, software gratuito de diagramação de livros, revistas, panfletos e outros produtos editoriais.

Quarta-feira, 29 de setembro

14h às 16h – Edição de Áudio e Podcast

Instrutor: Paulo Victor Vaz

Produtor musical, com vasto conhecimento em tratamento de áudio e técnico do Laboratório de Rádio da UFCA.

Descrição: A Oficina traz o passo a passo para elaborar um podcast, desde como operar um software de edição de áudio (noções básicas), até dicas sobre sonoplastia.

Quinta-feira, 30 de setembro

14h às 16h – Design da Informação Jornalística

Instrutora: Profa. Juliana Lotif

Graduada em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda (UNIFOR), mestre em Design (UFPE) e atualmente doutoranda em Design (ULisboa), é professora do curso de Jornalismo da UFCA.

Descrição: A Oficina aborda os aspectos da construção da informação jornalística sob a ótica da linguagem gráfica e da colaboração entre jornalistas e designers. Através de estudos de caso e de exercícios práticos, os participantes farão experimentos envolvendo narrativa gráfica, visualização de dados e infografia.

Sexta-feira, 1º de outubro

14h às 16h – Cariri Das Antigas: Construção da Comunicação para Além do Jornalismo

Instrutor: Roberto Júnior

Formado em História (URCA); pesquisador e fundador do Cariri das Antigas, projeto voltado para ações de difusão da história do Cariri, conscientização e preservação do patrimônio arquitetônico regional.

Descrição: Oficina sobre todo o processo de produção independente de notícias no Cariri, as dificuldades encontradas, contato com fontes e entrevistados, entre outros aspectos.

Fonte: Agência Cariri

Faixa atual

Título

Artista

Background