Viva o Patriarca do Nordeste: 177 anos de uma vida fecunda

Ao nascer do sol desde dia 24 de março, toda a nação Romeira voltou os olhos para Juazeiro do Norte, com uma motivação especial. A data marca os 177 anos de nascimento do Padre Cícero Romão Batista. Para render graças a Deus por uma vida fecunda e, até hoje, tão presente no dia a dia de todo um povo, uma missa foi celebra, logo cedo, às 6h, na Capela Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

Diferente da celebração de costume, onde neste dia o largo da Capela estaria lotado de fiéis, vindos de todos os cantos, para homenagear o padrinho, a Celebração Eucarística aconteceu a portas fechadas, seguindo as orientações estaduais de isolamento social rígido. A Santa Missa foi presidida pelo vigário geral da Diocese de Crato, Padre José Vicente Pinto, e concelebrada pelo Padre Cícero José, reitor da Basílica Santuário. e pelo Padre Isael Torres, reitor do Santuário Frei Damião, em São Joaquim do Monte, de Pernambuco.

“Hoje é uma data significativa para a nação Romeira, para todo esse povo que tem o olhar fixo na pessoa e nos ensinamentos do Padre Cícero. Nós agradecemos a Deus pela vida do Padre Cícero, nesses 177 anos de seu nascimento, por esta vida tão fecunda”, disse Padre José Vicente.

Ainda em sua homilia, o sacerdote destacou a firmeza do “Patriarca do Nordeste”, na condução dos romeiros. “Em épocas também difíceis, ele soube conduzir essa multidão que a Juazeiro acorria para escutar os ensinamentos da Doutrina Cristã, transmitidos por ele. Foi esta maneira de falar e de acolher os romeiros, que fez dele padrinho de todos”.

Gesto concreto

Durante a 39ª Semana Virtual Padre Cícero, a vasta programação trouxe reflexões a cerca do Padre Cícero e o seu cuidado com o meio ambiente.

Recordando um dos Preceitos Ecológicos do Padrinho que diz: “Plante cada dia pelo menos um pé de algaroba, de caju, de sabiá ou outra árvore qualquer, até que o sertão todo seja uma mata só”, o reitor da Basílica Santuário fez um pedido a nação Romeira: “Já que você não pôde vir a Juazeiro, marque esse dia com esse gesto concreto: na sua casa ou cidade, respeitando as orientações da vigilância sanitária, plante uma árvore, lembrando o nascimento do padrinho e o cuidado com a natureza, nossa ‘Casa Comum’”.

Fonte: Mychelle Santos/Basílica Santuário Mãe das Dores
Foto: Rozelia Costa

Faixa atual

Título

Artista

Background