Zé do Valério é indiciado por tentativa de estupro e roubo cometidos em 2014 na cidade de Quixelô

José Pereira da Costa, conhecido como Zé do Valério, foi indiciado nesta quinta-feira (1º) por tentativa de estupro e roubo qualificado cometidos em 2014 na cidade de Quixelô. Ele é o principal suspeito de estuprar e matar uma universitária em Pedra Branca, em abril deste ano.

Duas jovens vítimas da tentativa de estupro em 2014 chegaram a registrar um boletim em outubro daquele ano contra Zé do Valério, que se identificava na cidade de Quixelô como Antônio. De acordo com o delegado Marcos Sandro, da Regional de Iguatu, após a divulgação do crime contra a universitária uma das jovens reconheceu o suspeito e procurou a Polícia Civil.

Segundo o Delegado, o crime aconteceu quando as jovens, que estavam trafegando em uma moto, foram abordadas por Zé do Valério e, acreditando que ele queria ajuda, pararam o veículo. O homem ameaçou as vítimas com uma arma e as levou para um matagal.

“Em seguida as amarrou, depois começou a praticar atos libidinosos, beijando, acariciando, tentando tirar as roupas delas. Como houve reação da parte das duas, ele não conseguiu cometer o ato e fugiu levando os bens das vítimas e a moto de uma terceira pessoa para quem uma delas trabalhava. Foi registrado um boletim no município de Quixelô e na época não conseguiram localizar o acusado”, explicou o investigador.

Moto roubada foi usada na fuga

Ainda segundo o delegado, o suspeito roubou a moto em que as jovens estavam trafegando e usou na fuga após o crime contra a estudante universitária cometido no dia 25 de abril.

Além da tentativa de estupro José Pereira da Costa vai responder por roubo qualificado. O suspeito não confirmou o ato criminoso contra as duas jovens, apenas disse que morou na época na cidade.

Os investigadores ouviram as duas jovens, o dono da moto, e o sítio em que Zé do Valério morava e todos o reconheceram.

Universitária morta

Zé do Valério é o principal suspeito de matar a universitária Danielle Oliveira, de 20 anos. Ela foi encontrada morta em um sítio vizinho ao da sua família, na localidade de São Gonçalo, no Ceará, despida e com ferimento no olho esquerdo, em 25 de abril. Danielle estava desaparecida desde a noite do dia 24. O suspeito havia trabalhado no sítio da família, onde a universitária estava antes de sumir, prestando serviços como vaqueiro e amansando animais.

O homem foi preso no dia 12 de julho na cidade de Buriti dos Montes, no Piauí.

Crime em 2013
Ele já é foragido da Justiça por suspeita de outro assassinato, ocorrido em 2013 em Tauá. Desta vez, a vítima foi a comerciante Maria Solange Cezário, 39. O crime ocorreu próximo ao Açude Quebrado, ao lado da BR-020, a pouco mais de 10 km do Centro da cidade.

Naquela região o homem se apresentava como “Zé da Foice”, e também tentou matar o marido da comerciante.

Fonte: Diário do Nordeste

Faixa atual

Título

Artista

Background